O futuro do Instagram…

Após a bilhonária compra do Instagram pelo Facebook, todo mundo esta se perguntando: “-O que vem agora?” O Alexandre Lenz me enviou este vídeo genial!

To rindo litros!

Facebook atinge 900 milhões de usuários

O Facebook revelou nessa segunda-feira mais dados significativos sobre a rede social, em um documento enviado para complementar o pedido de abertura de ações na bolsa de valores. Segundo o arquivo, a rede social já atingiu mais de 900 milhões de usuários cadastrados. Desse total mais de 526 milhões deles fazem parte da fatia que está todo o dia batendo ponto na rede social, seja na web ou nos aplicativos móveis.

Além do número nada exorbitante de usuários, também foi revelado que no primeiro trimestre do ano a empresa faturou US$ 1,058 bilhão ao todo, 6% de queda em relação ao trimestre anterior. Aliado a isso, o Facebook também houve uma mudança: 50% do lucro agora vem dos EUA e do Canadá, enquanto que antes a dupla representava 54% do total no trimestre passado. Esse lucro está vindo de mercados onde o número de usuários vem crescendo cada vez mais, como o Brasil e Austrália.

Nos demais números, nenhuma surpresa: 300 milhões de fotos são enviadas diariamente, 125 bilhões de conexões de amizade, 3,2 bilhões de likes e comentários. Já sobre a compra do Instagram, uma revelação: a empresa pagou 300 milhões em dinheiro e o resto dos 700 milhões em ações.

Para quem não lembra, uma estimativa feita pela empresa iCrossing no começo do ano dizia que o Facebook atingiria 1 bilhão de usuários apenas em agosto. Ao que parece eles devem atingir esse marco com alguns meses de antecedência.

Fonte: tecnoblog

The Share Maniacs 2.0 – Sugestões, e-mails e podcast

Olá maníacos!

Estamos planejando nosso podcast, e para isso precisamos de sua participação.

Mande sugestões de posts, temas para os podcasts, experiências proporcionadas pelo The Share Maniacs ou recados para nós no e-mail thesharemaniacs@gmail.com. Não se esqueça de colocar nome, idade, cidade e profissão no e-mail.

Siga-nos no Twitter @TheShareManiacs e curta nossa fanpage no FacebookE siga também os maníacos que você  mais gosta!

Nós selecionaremos um alguns e-mail para ler em nosso podcast.

Ajude-nos a deixar  o blog cada vez mais interessante. Lembre-se que o blog é feito pra vocês e também pode ser feito por vocês!

Maníacos, uni-vos!

IMPOSSIBRU!!! Agora da pra postar GIFs no facebook

Tenho um certo receio de postar essa matéria, até porque acho que este é mais um passo no processo de “orkutização” do Facebook.

Há algumas semanas, surgiram boatos de que Mark Zuckerberg teria dado uma entrevista ao canal de notícias norte-americano CNN, na qual o fundador do Facebook disse estar descontente com o comportamento dos brasileiros na rede social, e que a introdução de GIFs animados nela estaria vetada por essa postura inadequada dos brazucas.

Pouco tempo depois, a situação foi desmentida pela Assessoria de Marketing da empresa, que em nota afirmou que Zuckerberg jamais faria um comentário tão inconsequente sobre a população que já assume a segunda colocação em número de usuários em seu site de relacionamento.

Além disso, a equipe do Facebook indicou um aplicativo desenvolvido por espanhóis que permite o compartilhamento de imagens com animações. Clique aqui para acessá-lo. Para conseguir enviar GIFs animados pela rede social, basta você selecionar a opção “Imagenes Gifs!” e curtir a página do programa.

Não são GIFs super bacanas, e você tem que escolher dentre a base de dados deles, mas já é alguma coisa.

Todavia, a empresa não tem a pretensão de liberar nativamente o uso desse tipo de conteúdo, pois ela acredita que tais figuras animados poluem visualmente a rede social

O impacto das redes sociais nos relacionamentos

É difícil explicar aos pais que você não pediu o número do telefone daquela pessoa que você estava paquerando. Você apenas adicionou ela no facebook, ou a seguiu no Twitter.

Este infográfico explica um pouco de como as redes sociais interferiram no como nos relacionamos uns com os outros.

Timeline das redes sociais 1960 – 2012

O infográfico abaixo mostra em detalhes a história completa das redes sociais na internet desde a década de 1960.

Seguindo a velha máxima de que conhecendo o passado podemos entender melhor o futuro, é sempre importante lembrar como começamos a compartilhar dados e informações online.

Twitter x Facebook

O infográfico Twitter x Facebook compara o uso das duas redes mais acessadas do Brasil.

CNN quer comprar Mashable para conquistar público jovem

A CNN comprará o Mashable, um dos maiores sites de notícias sobre tecnologia e mídias sociais, por mais de US$ 200 milhões, segundo reportagem da Reuters. Fontes ouvidas pela agência indicam que a negociação pode ser fechada nesta terça-feira.

A notícia, apesar de largamente repercutida na imprensa internacional, não é recebida com grande surpresa. Vê-se nessa aquisição (ainda não confirmada oficialmente por nenhuma das partes) uma clara tentativa da CNN de se aproximar de um público jovem ligado à tecnologia e às redes sociais. Seria uma maneira de conquistar quem tem ignorado a CNN como um dinossauro, conforme observa o The Telegraph.

Se a compra se concretizar, a CNN estará sob os holofotes da imprensa especializada em tecnologia, que assistirá atentamente ao modo como uma das maiores TVs do mundo usará o Mashable em seu favor.

Tentativas semelhantes a essas falharam no passado. E nem é preciso ir muito longe para se lembrar de uma: a fusão da Time Warner (proprietária da CNN) com a AOL, em 2000, não rendeu frutos. Nove anos depois, o que seria uma das maiores organizações de mídia do mundo simplesmente morreu. A compra do MySpace pela News International é outro exemplo de empreendimento malsucedido.

Pete Cashmore, presidente do Mashable

Para o The Telegraph, a CNN deve fazer um trabalho melhor se deixar o Mashable ser o que ele já é, em vez de forçá-lo a se colocar em uma nova forma.  Mas grandes empresas de notícias que se aproveitam do sucesso de startups (jovens empresas como Mashable) “frequentemente acabam se parecendo com um pai que pede ao filho o iPod emprestado para ir a uma festa do escritório”, diz o jornal.

Duas fontes familiares ao assunto ouvidas pelo Financial Times acreditam ser improvável o fechamento de negociações nesta semana. Elas também minimizam a expectativa de que a CNN pagaria US$ 200 milhões pelo site de tecnologia. O presidente do Mashable, Pete Cashmore (também conhecido como o Brad Pitt da blogosfera) também nega os rumores de que seu site seja vendido nesta semana, mas deixa aberta a possibilidade de o negócio se concretizar depois, segundo interpretação do New York Times.

O FT lembra que, depois de separada da Time Warner, a AOL pagou US$ 25 milhões pelo TechCrunch, também um dos blogs de tecnologia mais renomados na web. Mas, tendo em vista como esse negócio tem caminhado (alguns acreditam que o blog perdeu seu valor depois de vendido), a CNN pode não estar na corrida para comprar o rival do TechCrunch por oito vezes mais dinheiro, opina o jornal.

Fonte: Estadão & LazyTechGuys

Parabéns Publicitários!

Como vocês bem sabem sou estudante de comunicação com ênfase com Publicidade e Propaganga e trabalho em uma agência junto com a Marcela Artusi.

Eu vi estas artes em homenagem aos publicitários de agência no facebook da minha amiga Hemilly Kinupp, onde a AGÊNCIA 4Ps faz uma sinopse de cada função e gostei muuuuito!

Fica a homenagem nossa classe!

Clique nas imagens para amplia-las!

Fonte: Agência 4Ps

Corrão!!! Angry Birds em breve no Facebook

Prepare-se para nunca mais sair do Facebook!!!

Os pássaros zangados da Rovio estão para chegar no Facebook. Angry Birds ganhou uma data de lançamento na rede social para o dia 14 de Fevereiro de 2012, quando se comemora o Dia dos Namorados em algumas partes do mundo.

Angry Birds está chegando ao Facebook (Foto: Divulgação)O jogo que chegará ao Facebook é o Angry Birds mais tradicional, o primeiro, lançado originalmente para plataformas iOS. Jogadores lançam pássaros através de um estilingue tentando derrubar fortalezas de porcos inimigos, contando com a física para que elas desmoronem.

As principais diferenças da versão do Facebook é que ela recebe alguns elementos sociais, como a presença de leaderboards, para jogadores competirem entre si pelas maiores pontuações, e novos power-ups, que poderão ser comprados com dinheiro de verdade.

Enquanto o game em si será gratuito para jogar ao seu natural, será possível comprar poderes especiais para melhorar sua performance. Por US$ 0,99, jogadores poderão criar terremotos ou ganhar pássaros maiores e mais fortes, conseguindo assim maior destaque nos leaderboards.

A Rovio já abriu um evento no Facebook antecipando o lançamento, chamando todos os fãs da franquia para participar e assim criar o maior evento já testemunhado na rede social. Você pode conferi-lo clicando aqui.

Fonte: Penn Olson

%d blogueiros gostam disto: