Sexta feira

Todos os trailers dos 7 filmes do Batman

Devido a uma discussão com uns amigos sobre o Batman, eu resolvi postar todos os trailers pra mostrar que o Batman é f*#@!

Batman (1989)

Michael Keaton, Jack Nicholson e Kim Basinger.

O trailers eram bem estranho nos anos 80.

“Batman Returns” (1992)

Prestem atenção na narração!

“Batman Forever” (1995)

Val Kilmer… urgh!

“Batman & Robin” (1997)

Alicia Silverstone… O que mais posso dizer?

“Batman Begins” (2005)

Agora mais consistente e mostrando como tudo começou.

“The Dark Knight” (2008)

Até agora acho que é o filme mais legal, e o Heath Ledger roubando a cena. Como Coringa ele superou o insuperável Jack Nicholson.

“The Dark Knight Rises” (2012) – Latest trailer

Como a Marcela Artusi postou aqui esta semana.

Novo trailer de The Dark Knight Rises!

O filme mais aguardado do ano – e a conclusão de umas das melhores trilogias – está com um novo trailer no ar!

Ainda cheio de mistérios e com muita margem para especulação, o mais novo trailer de The Dark Knight Rises aumenta a espectativa geral para esse blockbuster maravilhoso.

Todos chora.

GEEK.ETC.BR uma loja nerd em São Paulo

Atenção maníacos Paulistas, São Paulo recebe loja da Livraria Cultura dedicada exclusivamente ao público geek.

Hoje a Fernanda Felício do blog anyotherthing e eu visitamos a nova loja da Livraria Cultura voltada para o público nerd, a GEEK.ETC.BR.

A loja é pequena se comparada a mega tradicional loja da Cultura também localizada no Conjunto Nacional, na avenida Paulista. Todavia, mantendo o padrão de bom atendimento da Livravria os atendentes são além de atenciosos, profundos conhecedores dos produtos em exposição. Já pensando em escrever uma matéria sobre o local fui disposto a servir de beta tester para os maníacos de plantão. Para a minha grata surpresa eles estão por dentro da cultura nerd, e muito além disso. Ele citam referencias nerds  tanto culturais como comerciais em relação aos seus produtos. Quase tive um orgasmo!

Pensando em geração Y, somos um mercado que não se contenta com o preço nacional e não vê muitas dificuldades em buscar nossas vontades em sites estrangeiros, realizar pedidos à milhares de quilômetros de distância ou esperar do lado de fora de uma loja por horas e com chuva para adquirir aquele celular, jogo, livro, DVD, brinquedo e ou HQ tão esperado.

O fato de o local ter pouco mais de 200 metros quadrados dividídos em 2 andares com ótimo atendimento torna o local bem intimísta. A escada espiral leva você para o andar das HQ’s e mangás, esses últimos disponibilizados em caixas horizontais no maior esquema “loja do Stuart” de The Big Bang Theory. Outro ponto positivo é a decoração do local, com belos pôsters e um Batman em tamanho (mais que) real.

O Bruce Wayne Batman é mais alto do que eu imaginava…

Geek.Etc.Br promete virar um espaço obrigatório pra qualquer nerd que dê uma passada pela Avenida Paulista. Mas uma coisa é certa: o público é exigente e vai querer exclusividades ou coisas interessantes pelo preço que é cobrado. A localização filtra o público e os preços são de shopping. Pagamos por um atendimento diferenciado e um local agradável, portanto esperamos constantes atitudes diferenciadas daqui pra frente. Lançamentos exclusivos, madrugadas de pré-venda, brindes divertidos, tardes de autógrafos… as opções são inúmeras.

Clique nas imagens da galeria para amplia-las!

Finalmente depois de tantas lojas de MERDA uma loja de NERD em São Paulo!

Os bat-acessórios do Homem Morcego

O Batman é um dos super-heróis que eu mais gosto. O Super poder dele é um dos melhores… ser rico!

Este infográfico mostra um pouco dos bat-gadgets do cavaleiro das trevas.

Os motivos que o tornam tão querido pelos fãs são diversos. Alguns dizem ser sua história dramática, enquanto outros apostam em sua galeria de grandes vilões, como o Coringa e a Mulher-Gato. No entanto, todos concordam que um dos principais pontos que tornam o Homem-Morcego tão adorado é seu pé na realidade.

Enquanto outros personagens se aproveitam de poderes vindos de aranhas radioativas ou de uma origem alienígena, Bruce Wayne não usa nada além de seu intelecto e força física. Isso, aliado a senso rígido de justiça e a alguns milhares de dólares, faz com que tenhamos um herói que, guardada as devidas proporções, poderia muito bem existir fora das páginas dos quadrinhos.

Mas você sabe exatamente como é que o Batman consegue derrotar inimigos tão poderosos utilizando apenas tecnologia, inteligência e aquela ajudinha básica do roteirista? Pois decidimos revelar quais os segredos que Bruce Wayne esconde sob o manto do morcego e mostrar os verdadeiros “poderes” do Cavaleiro das Trevas.

Capuz

Mais do que simplesmente ocultar a identidade de um milionário excêntrico que se veste de morcego todas as noites, o capuz usado por Batman possui outras finalidade muito interessantes. A primeira é ajudá-lo na comunicação com seus parceiros, seja a Oráculo ou a Liga da Justiça, a partir de um comunicador localizado na parte interna da vestimenta, na altura de seus ouvidos.

Esse dispositivo funciona a partir de uma frequência de rádio captada por um pequeno sensor posicionado na ponta de seu chifre, que funciona como uma espécie de antena. Juntamente com ele, há um microfone que aprimora sua audição e que, em algumas situações, pode funcionar como um sonar.

Seus olhos também contam com uma ajuda extra. Em vários momentos de sua historiografia, Wayne utilizou lentes especiais no capuz para fazer com que sua visão fosse além do alcance. Seja com visão noturna, com o sonar magnético de “Batman: O Cavaleiro das Trevas” ou com a realidade aumentada para atividade forense do game Arkham Asylum, o Homem-Morcego sempre tem um truque reservado para melhorar seu sentido.

Mas como tudo isso se mantém inteiro em meio à pancadaria? Em várias histórias, os roteiristas explicam que sua máscara é feita de uma fibra especial que absorve o impacto dos combates, não danificando os equipamentos eletrônicos instalados.

Uniforme

Eis a parte mais polêmica de todo o bat-traje. Isso porque o personagem alterou seu uniforme diversas vezes ao longo de seus mais de 70 anos de existência, o que significa que características foram adicionadas e removidas à medida que um novo roteirista passava por suas histórias.

É por isso que optamos pela recente adaptação cinematográfica, em que o diretor Christopher Nolan mostra que, para enfrentar criminosos barras-pesadas como os existentes em Gotham City, nada mais justo que utilizar uma combinação de placas Kevlar com uma cota de malha com fibra de titânio. Isso significa que, apesar de um pouco pesado, o herói tem a resistência necessária com a mobilidade exigida para distribuir socos e chutes — além de conseguir fazer baliza no Batmóvel quando for preciso.

Luvas, botas e capa

Eis dois acessórios que, à primeira vista, parecem detalhes meramente estéticos. Por que usar uma capa se não voa ou uma luva se ele não faz nada além de socar palhaços e pinguins? A resposta é bem mais óbvia do que parece.

Como os últimos filmes nos explicaram, a icônica capa também ajuda o herói a planar pelos céus de Gotham, criando uma entrada em cena muito mais assustadora e impactante no caso de você ser um bandido. Para isso, o tecido utilizado nas “asas” utiliza uma propriedade especial que faz com que elas se enrijeçam ao receber um impulso elétrico originado das luvas do personagem.

Além disso, suas mãos também guardam outros acessórios muito úteis, como um pequeno computador de pulso — um super-smartphone, se preferir — que permite que ele acesse dados da Bat-caverna, além de controlar seu carro remotamente.

Por fim, temos suas botas. Embora pareçam ser apenas um calçado normal, elas também têm seus segredos — afinal, estamos falando do Batman! Elas são revestidas de ferro em determinadas partes, oferecendo mais potência aos seus chutes. Há também um dispositivo em seu calcanhar que emite sons em frequências altíssimas e atraem morcegos onde quer que o herói esteja — o que é uma ajuda e tanto na hora de atordoar o inimigo.

Cinto de utilidades

O mais famoso acessório do Homem-Morcego é também seu maior segredo. Ao longo da famigerada série dos anos 60, o herói tirava todo tipo de equipamento de seu famigerado cinto de utilidades, indo desde cartões de crédito a sprays contra tubarões. Quem não se lembra da icônica pergunta: “Batman, de onde foi que você tirou esse escudo”?

Porém, ao contrário do que muita gente imagina, não há nenhum mistério que faça tudo quanto é tipo de artimanha caber em torno da cintura de Bruce Wayne. O grande ponto é que o herói sabe se preparar muito bem antes de partir para a batalha, analisando os desafios que ele provavelmente enfrentará e quais bugigangas lhe serão úteis.

Em nossas pesquisas, levantamos mais de 40 equipamentos que Batman já usou em suas histórias, incluindo objetos bem particulares — como um anel de Kryptonita para o caso de um confronto com o Superman — e outros de uso mais corriqueiro. Entre seus principais acessórios, há uma vasta lista de bombas, kits de análise forense e investigação e os famosos bat-bumerangues.

Além disso, ele também possui uma arma especial que se prende ao cinto por meio de magnetismo. No entanto, como o herói se comprometeu a nunca matar um oponente, a pistola não é letal e possui várias finalidades de acordo com a situação, já que ela foi desenvolvida de modo que o Cavaleiro das Trevas pudesse adaptar sua utilização de acordo com sua necessidade.

Com isso, ela pode tanto arremessar cabos de aço para que o personagem escale prédios quanto disparar descargas elétricas ou granadas criogênicas para congelar seus inimigos. Como dito anteriormente, o Batman é conhecido exatamente por saber lidar com diferentes tipos de situações e lidar com elas com facilidade.

Um herói de muitas faces

É claro que o traje descrito aqui pode ser visto como o “pretinho básico” do Homem-Morcego, aquele com o qual ele sai todas as noites para vigiar Gotham. Contudo, para enfrentar vilões que vão desde um palhaço assassino como o Coringa a uma ameaça intergaláctica como Darkseid, Bruce Wayne precisa se valer muito de seus poderes: o intelecto avançado, o duro treinamento com a Liga das Sombras, o dinheiro praticamente infinito e, é claro, a sagrada ajuda dos roteiristas da DC Comics.

Fonte: tecmundo

Lego Batman 2, veja as primeiras cenas do jogo.

Superman, Batman e Robin em tela do game.

No game, Batman Robin deverão se aliar aos outros heróis para salvar Gotham City de um conluio entre o Coringa e Lex LuthorLEGO Batman 2: DC Super Heroes  será lançado no meio do ano para PlayStation 3Xbox 360WiiNintendo DS3DSPS Vita e PCs.

Fonte: Omelete

25 capas hilárias de quadrinhos antigos

O que dizer dessa seleção de capas de quadrinhos?

Heróis e vilões escalando paredes

Se tem uma coisa que muitos super-heróis parecem ter em comum é a capacidade de se acharem extremamente aptos a escalar paredes. O artista Nicholas Hyde percebeu essa característica dos personagens e fez uma série de ilustrações que mostra heróis e vilões praticando a “escalada dos quadrinhos”. A série de posters intitulada de CLIMB mostra Batman, Wolverine e Homem-Aranha indo em direção ao topo de um edifício ao mesmo tempo que os inimigos Mulher Gato, Dentes-de-Sabre e Doutor Octopus fazem o mesmo. Veja a seguir:

Os posters estão a venda na Etsy e custam US$ 19 cada.

Fonte: Rock’nTech

11 substâncias bizarras que dão superpoderes na ficção

Porque a imaginação do ser humano é capaz de nos levar a viagens incríveis…

Falar em drogas sempre traz à tona muita polêmica. Verdade seja dita, essas substâncias servem tanto para o bem (como medicamentos) como para o mal (consumo desmedido e sem orientação). É a velha máxima de Paracelso que muitas vezes custamos a enxergar: “A dose certa diferencia um veneno de um remédio”.

É esta controvérsia toda que cria tanta atração por substâncias poderosas em roteiros de ficção. Acredite, se não fossem por elas, talvez metade da sua infância tivesse sido menos divertida. No mínimo, pouco criativa.

Fato é que nossa cultura está impregnada de drogas fictícias que nos fascinam por fornecer forças sobre-humanas. O site io9 fez uma seleção de várias destas substâncias, e nós filtramos as 11 que mais marcaram os brasileiros. Confira:

1. Cogumelo do Mario

O universo do bigodudo está permeado de maluquices como tartarugas malignas, estrelas piradas, flores que soltam fogos e uma princesa que encanta o Reino dos Cogumelos. Ah, os cogumelos… Eles deixam você maior e mais forte. Também aparecem quando você ganha uma vida.

(Fonte da imagem: Divulgação/Nintendo)

Até personagens como o singular Toad — um cogumelo humanoide — se transformam em ícones de uma geração que aprendeu bem com a doutora Lorca do Zorra Total: no video game, pode!

2. Sementes dos Deuses em Dragon Ball Z

Lutas intermináveis que duram dezenas de episódios podem desgastar nossos heróis em DBZ. Nem por isso eles deixam de tirar vantagens das famosas “Sementes dos Deuses” para sobreviver e restaurar suas forças por completo. A saga com o maior número de utilizações é a de Cell, quando os androides descem a porrada em vários personagens emblemáticos, salvos pelas sementinhas lendárias.

3. Pílulas vermelha e azul em Matrix

Um dos momentos mais determinantes da trilogia acontece quando Morpheus pergunta à Neo se ele prefere tomar a pílula azul ou a vermelha. Ao escolher a azul, ele estaria destinado a permanecer iludido com a superficialidade da vida. Já com a vermelha, conheceria a verdade absoluta por detrás do mundo que ele julgava ser realidade.

Felizmente, o herói opta pela vermelha para se libertar e permitir ao espectador conhecer a “Matrix”. Inspirada em vários livros religiosos e filosóficos, essa dualidade coloca em questão nossa percepção de realidade. E você, já decidiu se optaria pela pílula vermelha ou azul?

4. Lanchinho em Alice no País das Maravilhas

A protagonista Alice encontra um pote com garrafas e bolos pedindo para serem consumidos. Eles a fazem encolher e crescer, respectivamente. Inocente ou não, este desenho animado de fantasia pode ser facilmente considerado um dos mais doidões dos últimos tempos. Onde mais veríamos diálogos sem noção, gatos que somem e aparecem e lagartas fumando narguilé? Sinistro.

5. As Três Pílulas Coloridas em Naruto

O clã Akimichi pode converter calorias em chacras para utilizar sua técnica secreta. Porém, quando as calorias normais não garantem o desempenho exigido em batalha, eles recorrem às Três Pílulas Coloridas (verde, amarela e vermelha), proibidas para membros não treinados.

(Fonte da imagem: Reprodução/Animax)

Multiplicando a força, elas são capazes de converter o excesso de gordura em chacra para aplicar várias técnicas, porém geram efeitos colaterais graves que podem ser mortais.

6. Heroína do futuro em Heroes

Seriado estadunidense que começou com tudo e morreu na praia (com poucas temporadas), mostrava a saga de vários humanos que receberam superpoderes incríveis. Um deles, especificamente Isaac Mendez, podia prever o futuro desenhando telas que mostravam visões proféticas.

Contudo, o poder magnífico herdado por Mendez exigia o uso de drogas como princípio catalisador. Por isso, ele usava e abusava de heroína para ficar chapadão.

7. Pó mágico em Peter Pan

Quem pensa que Sininho era simplesmente uma fadinha bonitinha e simpática deveria ficar atento. Com o pó mágico, ela podia fazer qualquer pessoa voar. Peter Pan ficou tão exposto ao “pozinho brilhante” que sua habilidade desenvolveu-se permanentemente.

8. Soro do supersoldado em Capitão América

Assim como vários super-heróis dos quadrinhos, as drogas são as principais responsáveis por fornecer os poderes necessários para salvar o mundo. Embora o Capitão América tenha várias versões devido à longevidade, o filme recente mostra Steve Rogers , alter ego do personagem, recebendo um soro especial que o transforma em “supersoldado”.

Seu limite físico então é expandindo graças à substância, garantindo mais força, velocidade, agilidade, reflexo, resistência, imunidade e capacidade de aprendizado.

9. Sangue de vampiro em True Blood

O seriado vampiresco da HBO exibe os famintos seres noturnos vivendo em harmonia com os humanos. Isso só é possível com a existência da bebida Tru Blood, que carrega em sua composição sangue sintético.

(Fonte da imagem: Reprodução/HBO)

Além dela, outra substância poderosa é comercializada. Trata-se de V,  sangue de vampiro, que é raro e causa vários efeitos se for ingerido por humanos. Além de afrodisíaco, ele é capaz de aumentar os sentidos e a força com apenas uma pequena gota.

Entretanto, os efeitos podem ser variados dependendo de cada pessoa. O uso de altas dosagens pode levar à morte.

10. Venom em Batman: Knightfall

Calma, não estamos falando de Venom do Homem-Aranha. Bane, um dos vilões mais expressivos e insanos de Batman, toma uma droga chamada Venom que o transforma em um tanque de músculos esbanjando energia.

Esta é a única “arma” que ele possui para enfrentar o homem-morcego de igual para igual. Mas, acredite se quiser, nesta história o morcegão também ficou viciadão em Venom por um tempo.

11. Cortexiphan em Fringe

Para finalizar, o seriado de ficção científica que bagunça seus conceitos de física quântica: Fringe. O doutor Walter Bishop, que por natureza já é um tarado por substâncias ilícitas, cria uma droga experimental chamada Cortexiphan.

Aplicada em várias crianças, esta substância pode desenvolver uma série de superpoderes como pirocinese, telepatia e até a habilidade de viajar por diferentes dimensões no universo!

Bônus Round

Mais uma coisinha: não podíamos deixar de citar o marinheiro mais famoso do mundo, o Popeye! Embora inexista qualquer de espécie de droga no desenho animado, é à base de espinafre que fortão consegue salvar a Olívia Palito do terrível Brutus.

Apenas como curiosidade: de acordo com o jornal O Globo, US$ 2,17 bilhões anuais em vendas de espinafre são gerados por conta do desenho animado. É ou não é uma bendita “substância milagrosa”?

Assim como estes modelos, vários outros filmes, desenhos, cartuns, seriados e livros nos mostram o poder das drogas fictícias. A poção de Asterix e do Papai Smurf são apenas alguns exemplos que não passam de uma ponta do iceberg. Por isso, o Tecmundo pede sua ajuda para lembrar de mais substâncias. Poste-as nos comentários.

Fonte: Tecmundo

A matemática engraçada de presonagens da cultura pop

O artista Matt Cowan criou “equações” engraçadas com diversos personagens famosos da cultura pop. As ilustrações mostram heróis, vilões e até mesmo personagens de artistas consagrados como Harrison Ford e Johnny Deep. Vale a pena conferir as divertidas ilustrações. Veja a seguir:

 

Harrison Ford Maths

Johnny Depp Maths

Mister Maths

Captains Maths

Doctors Maths

Star Wars Baddies Maths

Star Wars Goodies Maths

Magneto Maths

Blind Maths

Zombie Maths

Fantastic Maths

X-Men Maths

Batman Villains Maths

Superhero Math

Para ver mais ilustrações de Matt Cowan acesse seu portfólio neste link.

 

Fonte: Rock’n Tech

%d blogueiros gostam disto: