Facebook inicia oferta pública a 38 dólares por ação

Facebook anunciou hoje o valor da sua oferta inicial de ações, entrando oficialmente na bolsa de valores. Cada ação vai ser vendida por US$ 38 sob o símbolo “FB” e esse valor por ação deve levantar estimados US$ 16 bilhões, o que deixa a rede social valorizada em 104 bilhões de dólares. Ao todo o Facebook vai oferecer mais de 412,2 milhões de ações classe A nessa sexta-feira (18), com outras 82 milhões sendo adicionadas na próxima quarta-feira (23).

Com esse valor, o Facebook também torna a sua oferta inicial de ações a maior da história para uma empresa ligada à web. O recorde anterior era do Google, que estreou na bolsa em 2004 e foi avaliado na época em 23 bilhões de dólares.

Para quem escolher investir na empresa e comprar ações, os analistas sugerem que elas vão se valorizar em 40% inicialmente. Para comemorar a entrada do Facebook na bolsa Nasdaq, o CEO da rede social, Mark Zuckerberg, vai soar o gongo que dá inicio à oferta de ações na manhã dessa sexta-feira.

Vagas abertas no Brasil

Desde agosto o Facebook já tem um escritório no Brasil e parece que eles estão se expandido: a rede social está contratando em oito áreas diferentes, desde contabilidade e vendas a recrutamento de pessoal. Nessas áreas, o Facebook procura profissionais para gerenciamento de contas, analista de tendências, soluções de mídias e vários outros. Saiba mais detalhes das vagas no Facebook.

Vale ressaltar um detalhe: quando estava escrevendo essa pauta, baseada nesse post do blog do Estadão, haviam 12 vagas disponíveis. Conferi novamente o link antes de publicar o post e percebi que agora tem 11. Então corre que as vagas estão sumindo mais rápido do que pão quente.

Os números do Facebook na publicidade mundial

Até o fim deste ano, a rede de Zuckerberg deve concentrar 28% dos investimentos em anúncios online

Mark Zuckerberg, do Facebook

Facebook deve ter maior IPO de uma empresa de tecnologia da história

O Facebook deu entrada nesta quarta-feira no que deve ser a maior oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) de uma empresa de tecnologia da história.

No documento, entregue à Securities and Exchange Commission (SEC), órgão regulador do mercado financeiro americano, a rede de Zuckerberg divulga informações que não só comprovam o tamanho da estreia, como também demonstram que o site vem se tornando menos dependente de publicidade.

De 2010 para 2011, a empresa teve uma queda de 16% na receita proveniente de anúncios. Por outro lado, registrou 557 mil dólares em “Facebook Payments”, ou seja, uma espécie de moeda virtual cobrada dos desenvolvedores de games da rede, além de outras taxas.

Os aplicativos e games criados pela Zynga, por exemplo, foram responsáveis por 12% da receita da rede social no ano passado. O Facebook tem uma participação de 30% nas transações financeiras feitas nos produtos da empresa.

Veja alguns números:

83% da receita total do Facebook vem de publicidade

Essa fatia representa 3,15 bilhões de dólares

No início de 2010, 99% da receita do site era proveniente de publicidade

12% da receita do ano passado veio de games e aplicativos produzidos pela Zynga

O Netflix gastou 3,9 milhões de dólares anunciando na rede em 2011

1 bilhão de dólares foi o lucro líquido do site em 2011

A rede tem hoje 845 milhões de usuários ativos

A cada 24 horas, 250 milhões de fotos são postadas

Diariamente, são 2,7 bilhões de likes e comentários

28 milhões de dólares foi o valor gasto pelo Facebook com publicidade em 2011

O site concentra hoje 17,7% da receita de publicidade online, mais do que Google (9,3%), Yahoo (13,1%) e Microsoft (4,9%)

Até o fim do ano, essa fatia subirá para 28%

Em dezembro, o site deve concentrar 1/6 da receita publicitária dos Estados Unidos

Fonte: EXAME

%d blogueiros gostam disto: