11 substâncias bizarras que dão superpoderes na ficção

Porque a imaginação do ser humano é capaz de nos levar a viagens incríveis…

Falar em drogas sempre traz à tona muita polêmica. Verdade seja dita, essas substâncias servem tanto para o bem (como medicamentos) como para o mal (consumo desmedido e sem orientação). É a velha máxima de Paracelso que muitas vezes custamos a enxergar: “A dose certa diferencia um veneno de um remédio”.

É esta controvérsia toda que cria tanta atração por substâncias poderosas em roteiros de ficção. Acredite, se não fossem por elas, talvez metade da sua infância tivesse sido menos divertida. No mínimo, pouco criativa.

Fato é que nossa cultura está impregnada de drogas fictícias que nos fascinam por fornecer forças sobre-humanas. O site io9 fez uma seleção de várias destas substâncias, e nós filtramos as 11 que mais marcaram os brasileiros. Confira:

1. Cogumelo do Mario

O universo do bigodudo está permeado de maluquices como tartarugas malignas, estrelas piradas, flores que soltam fogos e uma princesa que encanta o Reino dos Cogumelos. Ah, os cogumelos… Eles deixam você maior e mais forte. Também aparecem quando você ganha uma vida.

(Fonte da imagem: Divulgação/Nintendo)

Até personagens como o singular Toad — um cogumelo humanoide — se transformam em ícones de uma geração que aprendeu bem com a doutora Lorca do Zorra Total: no video game, pode!

2. Sementes dos Deuses em Dragon Ball Z

Lutas intermináveis que duram dezenas de episódios podem desgastar nossos heróis em DBZ. Nem por isso eles deixam de tirar vantagens das famosas “Sementes dos Deuses” para sobreviver e restaurar suas forças por completo. A saga com o maior número de utilizações é a de Cell, quando os androides descem a porrada em vários personagens emblemáticos, salvos pelas sementinhas lendárias.

3. Pílulas vermelha e azul em Matrix

Um dos momentos mais determinantes da trilogia acontece quando Morpheus pergunta à Neo se ele prefere tomar a pílula azul ou a vermelha. Ao escolher a azul, ele estaria destinado a permanecer iludido com a superficialidade da vida. Já com a vermelha, conheceria a verdade absoluta por detrás do mundo que ele julgava ser realidade.

Felizmente, o herói opta pela vermelha para se libertar e permitir ao espectador conhecer a “Matrix”. Inspirada em vários livros religiosos e filosóficos, essa dualidade coloca em questão nossa percepção de realidade. E você, já decidiu se optaria pela pílula vermelha ou azul?

4. Lanchinho em Alice no País das Maravilhas

A protagonista Alice encontra um pote com garrafas e bolos pedindo para serem consumidos. Eles a fazem encolher e crescer, respectivamente. Inocente ou não, este desenho animado de fantasia pode ser facilmente considerado um dos mais doidões dos últimos tempos. Onde mais veríamos diálogos sem noção, gatos que somem e aparecem e lagartas fumando narguilé? Sinistro.

5. As Três Pílulas Coloridas em Naruto

O clã Akimichi pode converter calorias em chacras para utilizar sua técnica secreta. Porém, quando as calorias normais não garantem o desempenho exigido em batalha, eles recorrem às Três Pílulas Coloridas (verde, amarela e vermelha), proibidas para membros não treinados.

(Fonte da imagem: Reprodução/Animax)

Multiplicando a força, elas são capazes de converter o excesso de gordura em chacra para aplicar várias técnicas, porém geram efeitos colaterais graves que podem ser mortais.

6. Heroína do futuro em Heroes

Seriado estadunidense que começou com tudo e morreu na praia (com poucas temporadas), mostrava a saga de vários humanos que receberam superpoderes incríveis. Um deles, especificamente Isaac Mendez, podia prever o futuro desenhando telas que mostravam visões proféticas.

Contudo, o poder magnífico herdado por Mendez exigia o uso de drogas como princípio catalisador. Por isso, ele usava e abusava de heroína para ficar chapadão.

7. Pó mágico em Peter Pan

Quem pensa que Sininho era simplesmente uma fadinha bonitinha e simpática deveria ficar atento. Com o pó mágico, ela podia fazer qualquer pessoa voar. Peter Pan ficou tão exposto ao “pozinho brilhante” que sua habilidade desenvolveu-se permanentemente.

8. Soro do supersoldado em Capitão América

Assim como vários super-heróis dos quadrinhos, as drogas são as principais responsáveis por fornecer os poderes necessários para salvar o mundo. Embora o Capitão América tenha várias versões devido à longevidade, o filme recente mostra Steve Rogers , alter ego do personagem, recebendo um soro especial que o transforma em “supersoldado”.

Seu limite físico então é expandindo graças à substância, garantindo mais força, velocidade, agilidade, reflexo, resistência, imunidade e capacidade de aprendizado.

9. Sangue de vampiro em True Blood

O seriado vampiresco da HBO exibe os famintos seres noturnos vivendo em harmonia com os humanos. Isso só é possível com a existência da bebida Tru Blood, que carrega em sua composição sangue sintético.

(Fonte da imagem: Reprodução/HBO)

Além dela, outra substância poderosa é comercializada. Trata-se de V,  sangue de vampiro, que é raro e causa vários efeitos se for ingerido por humanos. Além de afrodisíaco, ele é capaz de aumentar os sentidos e a força com apenas uma pequena gota.

Entretanto, os efeitos podem ser variados dependendo de cada pessoa. O uso de altas dosagens pode levar à morte.

10. Venom em Batman: Knightfall

Calma, não estamos falando de Venom do Homem-Aranha. Bane, um dos vilões mais expressivos e insanos de Batman, toma uma droga chamada Venom que o transforma em um tanque de músculos esbanjando energia.

Esta é a única “arma” que ele possui para enfrentar o homem-morcego de igual para igual. Mas, acredite se quiser, nesta história o morcegão também ficou viciadão em Venom por um tempo.

11. Cortexiphan em Fringe

Para finalizar, o seriado de ficção científica que bagunça seus conceitos de física quântica: Fringe. O doutor Walter Bishop, que por natureza já é um tarado por substâncias ilícitas, cria uma droga experimental chamada Cortexiphan.

Aplicada em várias crianças, esta substância pode desenvolver uma série de superpoderes como pirocinese, telepatia e até a habilidade de viajar por diferentes dimensões no universo!

Bônus Round

Mais uma coisinha: não podíamos deixar de citar o marinheiro mais famoso do mundo, o Popeye! Embora inexista qualquer de espécie de droga no desenho animado, é à base de espinafre que fortão consegue salvar a Olívia Palito do terrível Brutus.

Apenas como curiosidade: de acordo com o jornal O Globo, US$ 2,17 bilhões anuais em vendas de espinafre são gerados por conta do desenho animado. É ou não é uma bendita “substância milagrosa”?

Assim como estes modelos, vários outros filmes, desenhos, cartuns, seriados e livros nos mostram o poder das drogas fictícias. A poção de Asterix e do Papai Smurf são apenas alguns exemplos que não passam de uma ponta do iceberg. Por isso, o Tecmundo pede sua ajuda para lembrar de mais substâncias. Poste-as nos comentários.

Fonte: Tecmundo

Sobre Thiago Gamito
É comunicador, músico, eco-chato, provocador, meio nerd e maníaco por compartilhar. Esta sempre pronto para um apocalipse zumbi ou uma invasão alienígena.

Fazer um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: