Usuários pretendem processar o FBI por desativar o Megaupload

Um grupo de usuários está se organizando na internet para processar o FBI pelo fechamento de um dos maiores sites de compartilhamento de arquivos do mundo, o Megaupload. O motivo? Muitos usuários foram prejudicados, pois arquivos de valor, como documentos e trabalhos escolares, foram sumariamente removidos, sem qualquer tipo de critério prévio.

back5Internautas começaram a se mobilizar contra os danos causados com o fechamento do Megaupload (Foto: Reprodução)

O FBI fechou o site sob a alegação de que o serviço causava prejuízos à indústria do entretenimento, uma vez que não pagava pelos direitos autorais dos criadores dos produtos compartilhados. Muitos jornais e sites descreveram o site como “o verdadeiro paraíso da pirataria”. Mas o Megaupload também era muito utilizado por estudantes e profissionais de pesquisa para o compartilhar arquivos que eram de seu direito de uso e compartilhamento.

Trabalhos escolares, pesquisas, relatórios, documentos e coleções de fotos e vídeos eram armazenados no Megaupload por uma questão de conveniência e praticidade. Agora, com o site fora do ar, esses usuários não sabem se perderam ou não os seus pertences pessoais lá armazenados.

Como as reclamações não param de aparecer, a organização Pirate Parties começou a reunir as pessoas que foram afetadas pela iniciativa do FBI. A ideia é registrar uma queixa oficial contra o órgão do governo. “Os danos causados pelo fechamento repentino do Megaupload são irreparáveis, e a ação do FBI foi completamente desproporcional, em relação ao objetivo pretendido”, afirma a Pirate Parties em um comunicado.

As organizações que, de alguma forma, apoiam a iniciativa do compartilhamento – como o Pirates of Catalonia e outros grupos – estão pesquisando quais são as potenciais violações dos direitos dos usuários que tinham dados legalizados no serviço. A partir daí, esses grupos pretendem auxiliar os internautas na queixa contra as autoridades dos Estados Unidos e de outros países que adotaram a mesma medida.

“Esta iniciativa é um ponto de partida para os usuários de internet possam se defender dos abusos jurídicos promovidos por aqueles que, de forma agressiva, tentam proibir o uso de material para o seu próprio lucro financeiro”, completa o comunicado. Alguns juristas e defensores dos direitos dos cidadãos já se interessam pelo caso. Os usuários do Megaupload que se sentiram prejudicados pelos últimos acontecimentos, podem obter mais informações sobre a ação coletiva.

Fonte: Torrent Freak

Sobre Thiago Gamito
É comunicador, músico, eco-chato, provocador, meio nerd e maníaco por compartilhar. Esta sempre pronto para um apocalipse zumbi ou uma invasão alienígena.

Fazer um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: