Em retaliação Anonymous tira do ar sites do FBI, Casa Branca, RIAA e outros

O grupo de hackers Anonymous retomou os ataques na noite desta quinta-feira, após breve período de silêncio.

O grupo Anonymous voltou à ativa e entrou em ação de forma bruta: os ativistas derrubaram diversos sites ligado ao combate contra à pirataria. Nessa lista, se inclui o site do FBI, do DoJ (Departamento de Justiça Americano), da Casa Branca, da MPAA, da Universal Music e da RIAA. Foi o maior ataque já visto: em 20 minutos foram 10 sites derrubados, de acordo com o grupo.

O anúncio foi feito através do perfil no Twitter do Anonymous, e os ativistas continuam atualizando o perfil pedindo ajuda para continuar as operações. De qualquer forma, foi uma resposta grande o suficiente para manifestar o protesto.

A causa de tudo isso é o desligamento do Megaupload por parte de uma operação do FBI, que prendeu onze funcionários do site de compartilhamento de arquivos. O FBI chega a acusar o site  de uma organização criminosa que possui membros infringindo direitos autorais e lavagem de dinheiro.

Até o término desse artigo, os sites do FBI e da Casa Branca retornaram ao ar, bem como o Departamento de Justiça. Entretanto, o site do MPAA, RIAA e Universal Music (americana e francesa) permanecem offline.

Posso dizer que essa onda de ataques também serve como um protesto ao SOPA, projeto de lei americano que torna crime o download de conteúdo com direitos autorais pelos quais não se pagou.

Para derrubar os sites, o Anonymous usou a técnica de negação de serviço – neste tipo de ataque, milhares de requisições são enviadas aos servidores atacados, que saem do ar por causa da quantidade de requisições.

 Além do governo americano, o grupo também atacou empresas que apoiam o projeto Sopa, uma lei que tramita no governo americano para punir com severidade os sites de compartilhamento de arquivos.

Entre as páginas atacadas está a do FBI, bem como da Universal Music, da Motion Picture Association of America e da Associação da Indústria de Gravação da América.

O grupo nomeou o ataque de #OpMegaupload e #OpPayback. Segundo informações do próprio grupo, cerca de 5 mil hackers participaram da ação, considerada uma vingança ao governo americano.

Sobre Thiago Gamito
É comunicador, músico, eco-chato, provocador, meio nerd e maníaco por compartilhar. Esta sempre pronto para um apocalipse zumbi ou uma invasão alienígena.

Fazer um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: