Megaupload desativado depois de operação do FBI

O Megaupload.com, um dos dos maiores sites de compartilhamento de arquivos do mundo, saiu do ar hoje depois que o FBI indiciou seus funcionários por pirataria. As informações são da agência de notícias Associated Press, que diz que a agência de investigação americana prendeu o fundador e vários funcionários do site nessa quinta-feira no estado de Virgínia, nos EUA.

A agência ainda diz que o indiciamento dos funcionários aconteceu depois que detentores de direitos autorais acusaram a empresa de mais de 500 milhões de dólares em danos devido a piraria de filmes. Os detentores dos direitos autorais não foram especificados, mas por citarem filmes, já pode-se ter uma ideia de quem se trata.

Essa não é a primeira vez que o Megaupload tem problemas com os detentores de direitos autorais. No mês passado o site chegou a ameaçar o estúdio Universal Music Group com um processo depois que uma propaganda do site foi tirada do ar.

O WallStreetJournal afirma que nos EUA sete funcionários foram presos e ainda afirma que outros quatro também acabaram atrás das grades na Nova Zelândia.

Luiza não esta mais no Canadá!

Veja a entrevista de Luiza Rabello para o JH hoje na Globo.

Lendo jornal LIKE A BOSS

Isso sim é ler jornal “LIKE A BOSS” mesmo.

Congressistas dos EUA retiram apoio a leis antipirataria

O deputado Larry Smith, autor do projeto Stop Online Piracy Act (Sopa)

O manifesto desta quarta-feira na internet, que contou com apoio do Google e Wikipédia, entre outros, pode ter dado os primeiros passos no sentido de minar projetos de lei antipirataria que tramitam no Congresso dos Estados Unidos. Ao menos dois congressistas retiraram seu apoio aos projetos conhecidos como Sopa (Stop Online Piracy Act) e Pipa (Protect IP Act).

No senado, o republicano Marco Rubio anunciou nesta quarta-feira a mudança de posição em relação ao Pipa. Na Câmara, um porta-voz confirmou movimento idêntico do também republicano Lee Terry em relação ao Sopa.

Congressistas que não costumam manifestar suas opiniões começam a participar do debate. O senador republicano Jim DeMint, cuja posição era desconhecida, tuitou que não apoia os projetos de lei. “Sou favorável aos direitos de propriedade intelectual, mas me oponho ao Sopa e ao Pipa”, escreveu. “São projetos que causariam mais mal do que bem.”

O senador democrata Robert Menendez, favorável ao Pipa, escreveu em seu perfil do Twitter que ouviu críticas ao projeto e se comprometeu a fazer alterações na proposta. “Me comprometo a fazer com que todos os projetos que sejam aprovados mantenham a liberdade na internet e protejam a propriedade intelectual.”

De acordo com um levantamento no site americano Pro Publica, 48 senadores americanos são favoráveis à aprovação do Pipa, seis são contrários e 46 ainda não manifestaram posição. Uma votação associada ao Pipa está marcada para o próximo dia 24 no Senado.

Já o Sopa é apoiado por 32 representantes e sofre a oposição de outros 25. O voto de 376 membros é desconhecido. Os números do Pro Publica ainda não levam em conta as recentes mudanças de posição dos congressistas, em função dos protestos on-line.

Entenda o caso

• De acordo com os projetos de lei americanos, devem ser bloqueados nos EUA sites estrangeiros que abrigam conteúdos que infrinjam as leis de direitos autorais – como cópias ilegais de vídeos, músicas e fotos

• O bloqueio deve ser feito inclusive por serviços de busca, como o Google, e de pagamento eletrônico, como o PayPal. A publicidade nos sites estrangeiros infratores também deve ser cancelada

• Wikipedia, Google, Twitter, Facebook e Amazon se opõem ao projeto: eles alegam que o Sopa e o Pipa podem introduzir na rede censura e entraves à inovação

• Casa Branca: o governo americano defende o respeito aos direitos autorais, mas também diz que o Sopa e o Pipa podem prejudicar a liberdade de expressão e a inovação

• O projeto de lei conta com o apoio da indústria de entretenimento (estúdios de cinema, gravadoras, conglomerados de mídia), que acusa os sites de violar direitos autorais e exibir ilegalmente seus conteúdos

Fonte: INFO

Metamateriais podem transformar você no Homem-Aranha

De acordo com estudo científico, metamateriais são capazes de gerar força semelhante à usada por lagartixas para grudar na parede.

Cientistas acreditam que metamaterial pode “grudar” em superfícies (Fonte da imagem: arXiv.org)

A engenharia de metamateriais não cansa de surpreender. Agora, pesquisadores da Universidade de Southampton, no Reino Unido, acreditam que metamateriais possam gerar um tipo novo de força, capaz de prendê-los em superfícies diversas, como se fossem patas de lagartixa. O mais interessante é que essa capacidade adesiva poderia ser habilitada ou desativada com um simples interruptor.

A força fundamental por trás dessa “mágica” é a mesma que atua sobre a propulsão espacial conhecida como vela solar: a pressão da radiação exercida pela luz ao atingir uma superfície. Caso os cientistas consigam fazer com que o metamaterial permita que pequenas oscilações de elétrons (plasmons) aconteçam em sua superfície, ele seria capaz, então, de interagir com os elétrons da superfície de objetos isolantes ou metalizados. Teoricamente, isso faria com que o metamaterial e o objeto fossem atraídos um pelo outro, mantendo-se grudados.

Os pesquisadores acreditam que a potência dessa força poderia ser regulada de acordo com a frequência e a intensidade da luz emitida sobre o material. As aplicações são diversas e vão desde pinças capazes de recolher nano-objetos até trajes que possibilitariam humanos a escalar prédios como se fossem o Homem-Aranha. O artigo dos pesquisadores pode ser consultado online (PDF em inglês).

Fonte: Tecmundo

Meninas Super Poderosas da DC

O deviantart é um lugar onde encontramos de tudo, desenhos incríveis, fotos maravilhosas e coisas um tanto assustadoras. Navegando pelo site, você encontra todo tipo de versão de seus personagens favoritos, seja de filme, desenho animado ou quadrinhos. E entre tantos aristas, o famoso ilustrador Dan Schoening também tem sua página no site e coloca diversas ilustrações suas, desde personagens da Nintendo, Caça-Fantasmas até personagens da DC.

E foi entre esses personagens da DC que encontramos as super-heroínas mais famosas em um estilo todo fofo. Confira abaixo um pouco do grande talento de Dan Schoening:

 

 

 

 

 

Muito fofas, não?

O deviantart é um lugar onde encontramos de tudo, desenhos incríveis, fotos maravilhosas e coisas um tanto assustadoras. Navegando pelo site, você encontra todo tipo de versão de seus personagens favoritos, seja de filme, desenho animado ou quadrinhos. E entre tantos aristas, o famoso ilustrador Dan Schoening também tem sua página no site e coloca diversas ilustrações suas, desde personagens da Nintendo, Caça-Fantasmas até personagens da DC.

E foi entre esses personagens da DC que encontramos as super-heroínas mais famosas em um estilo todo fofo. Confira abaixo um pouco do grande talento de Dan Schoening:

Muito fofas, não?

Jedi da preguiça.

É gente, não se fazem mais Jedis como antigamente…

Cadê o Darth, o Luke e o Obi nessas horas?

Porque publicitários não participam do BBB

Estamos na época do BBB 12, o reality show mais amado e odiado do Brasil. Durante a sua história, entre mulheres que posaram nuas, peladas e sem calcinha na Playboy e Sexy da vida, o programa só teve um publicitário, que seguiu o caminho e 90% dos participantes: o anonimato.

Quais são os motivos para os publicitários não se tornarem figuras fáceis no programa? Algumas hipóteses abaixo:

Você tem mais algum motivo em mente? Compartilhe nos comentários.

Fonte: Blogcitário

A Volkswagen continua apostando em Star Wars

Mais uma ação de marketing da VW que envolve o tema Star Wars.

Dessa vez, a marca contratou um coral de simpáticos cachorros cantando interpretando a Marcha Imperial de John Willians.

So, let’s the dog’s sound.

Dica do Raphael Medeiros, fundador do Blog Imagenaria

%d blogueiros gostam disto: