Suécia reconhece o compartilhamento como religião

Eis que em VDD VDDR eu vos digo TODOS COMPARTILHA com o próximo como gostaria que fosse cosigo mesmo. (Jesus Maneiro)

Compartilhamento é coisa séria! Pelo menos é isso o que a galera de uma igreja sueca The Church of Kopimism (a igreja da Cópia) pensa.  Eles acreditam que a a informação é o que tem de mais sagrado, e por isso, compartilhar é uma divindade. O símbolo divino deles adivinha qual é? O CTRL + C e o CTRL + V!

Até que faz sentido. Afinal de contas, o compartilhamento salva você todos os dias, principalmente em épocas de prova. Além disso informação é algo vital e básico em qualquer sociedade, e compartilhá-la pode ser um ato de altruísmo, que ajuda o mundo a ser mais democrático.

A entidade diz que o país é o primeiro a reconhecer o kopismo como religião. “Esperamos que esse passo seja em direção a podermos viver com a nossa fé sem medo de perseguição”, disse Isak Gerson, líder espiritual, em comunicado divulgado pela igreja.

Isak Gerson (idealizador e fundador da igreja) acrescentou que a legalização do culto vai reduzir a perseguição de órgãos internacionais a pessoas que praticam pirataria no país. É, não se pode negar, um argumento novo para seguir com a velha prática de resrespeitar leis e direitos autorais.

Eles acabaram de ser oficializados como religião la na Suécia e aqui no site deles você pode ver mais sobre essa interessante filosofia do século XXI.

Vilões…

Fanpage Share Maniacs

Fanpage Share Maniacs

Fanpage Share Maniacs

Você já curtiu nossa fanpage?

Clicando em “CURTIR” você passará a receber nossas atualizações diretamente em seu feed de notícias do Facebook, além de conteúdos exclusivos que não são postados no blog.

Para acessar basta clicar na imagem, ou apenas clique no botão curtir na barra lateral à direita.

João Andante, Keep walk

A holding Diageo, dona da marca Johnnie Walker no Brasil, abriu processo no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi) contra a cachaça João Andante, acusando-a de imitação da marca, segundo ela, avaliada em US$ 3,5 bilhões.
Mas o processo gerou publicidade para a cachaça e fez suas vendas dispararem. Nas últimas duas semanas, os pedidos feitos via e-mail já chegam a mil garrafas. Até então, as vendas eram de apenas 200 garrafas por mês.
“Os pedidos estão aumentando muito e nós sempre trabalhamos com margem e volume pequenos”, disse Gabriel Lana, 25, um dos donos.
Antes de mais nada, que tal conhecer as duas marcas?
E agora, que tal comparar as EMBALAGENS?
Matéria do Estado de Minas
Agora vamos analisar o caso sob o prisma das marcas, ou seja, do INPI:
1 – Colidência fonética: Johnnie Walker (djoni ualquer)  x João Andante – não existe possibilidade de colidência fonética.
2 – Colidência dos elementos gráficos (lettering = fonte): não existe similaridade entre o lettering ou no fluxo/ritmo/inclinação deste.
3 – Colidência dos elementos figurativos: Johnnie Walker – apresenta um aristocrata trajando fraque (elemento característico em ilustrações aristocratas), cartola, bengala, gravata borboleta e botas. João Andante – apresenta um andarilho (leia-se mendigo) com chapéu de aba larga, talvez botas (não é identificável) e um cajado com uma trouxa de pano amarrado na ponta (elemento característico em ilustrações de mendigos/andarilhos).
4 – Classe/Produtos: ambas as marcas são para bebidas alcóolicas destiladas.
5 – Confusão ou Associação: é praticamente IMPOSSÍVEL que haja, por parte dos clientes, especialmente os da marca Johnnie Walker qualquer confusão ou associação entre as marcas, visto que, apesar de ser uma paródia, João Andante utiliza elementos OPOSTOS à marca Johnnie Walker, tanto na tipologia, quanto na iconografia  e cores.
Em resumo, como marca, não há a menor chance de que o Whisky Johnnie Walker impeça o registro da marca da cachaça João Andante.
Deixe sua opinião nos comentários!
Fonte: TuDiBão

Os 10 melhores videoclipes inspirados em filmes nerds

O blog ultranerd Topless Robot preparou uma lista com 10 videoclipes inspirados em filmes clássicos da cultura nerd. O critério de seleção dos caras foram videos que de tão produzidos, viraram uma espécie de extensão dos filmes, para o bem ou para o mal.

Tem uma moçoila de baby-doll correndo de fantasmas enquanto Ray Parker Jr. cantarola “Ghostbusters”, Daft Punk com o videoclipe tecnológico de  ”Derezzed” da trilha-sonora de TRON: Legacy, o Terminator curtindo um show do Guns´n´Roses e o Prince se achando mais que o Coringa na trilha-sonora do Batman.

10) Guns N’ Roses, “You Could Be Mine” from Terminator 2: Judgment Day

9) Shampoo, “Trouble” from Mighty Morphin Power Rangers: The Movie

8) Vanilla Ice, “Ninja Rap” from Teenage Mutant Ninja Turtles II: The Secret of the Ooze

7) Metric, “Black Sheep” from Scott Pilgrim Vs. the World

6) Seal, “Kiss from a Rose” from Batman Forever

5) Daft Punk, “Derezzed” from Tron: Legacy

4) Snow Patrol, “Signal Fire” from Spider-Man 3

3) Huey Lewis and the News, “The Power of Love” from Back to the Future

2) Prince, “Partyman” from Batman

1) Ray Parker Jr., “Ghostbusters” from Ghostbusters

%d blogueiros gostam disto: