Star Trek de volta a TV aberta no Brasil

Para os fãs da série clássica de Star Trek – pai, você está incluído nisso – uma ótima notícia: ela voltará a passar na TV aberta, mais precisamente na RedeTV.

Assista à partir do dia 07 de Janeiro às 00h30 a primeira temporada.

Eles existem!

Fotos comprovam a existência – e a influência – dos super-heróis nos eventos históricos que transformaram o mundo no que ele é hoje.

Ou pelo menos é o que Agan Harahap diz!


Fonte: THEE BLOG

Intervenções Urbanas

Mais de 200 imagens de ótimas intervenções artísticas urbanas.

Não conseguiria todas as imagens se não tivesse a ajuda de Alexandre Lenz. Obrigado Alê!

Clique na  imagem para amplia-la e visualizar a galeria.

Propaganda do novo GOLF

Vídeo produzido pela DDB London Ltd

Mais de 26.000.000 de brasileiros aderiram ao Facebook em 2011

Com isso, Brasil é o quarto país com o maior número de membros na rede social. Crescimento foi de 300% entre os meses de janeiro e dezembro.

Se até há pouco tempo o Orkut era considerado a maior rede social do país, aos poucos o Facebook vem mostrando sua força. Tanto que o Brasil já é a quarta nação com o maior número de membros ativos do site, ficando atrás apenas de Estados Unidos, Indonésia e Índia.

E para comprovar que 2011 foi o ano de Mark Zuckerberg em terras tupiniquins, dados revelados pelo analista Nick Burcher mostram que o Brasil liderou a lista de países com a maior quantidade de novos participantes.

Segundo ele, o número de membros teve um aumento de 300% entre os meses de janeiro e dezembro. Com isso, os 8,8 milhões de usuários se tornaram 35 milhões — ou seja, mais de 26 milhões de inscrições.

Além disso, ainda de acordo com Burcher, se o país mantiver o ritmo em 2012, é muito provável que ele ocupe a segunda colocação, perdendo somente para os EUA.

Fonte: TecMundo

5 coisas que a música pode fazer com o seu cérebro

Aliviar dores e possibilitar maior desempenho de atletas são apenas alguns dos efeitos causados pela música no ser humano.

Como sabemos, o cérebro é responsável pela percepção que temos do mundo, desde as funções mais básicas do nosso corpo até os sentimentos complexos e quase inexplicáveis passam por esse órgão. Logo, o ato de ouvir música não poderia ser diferente.

Porém, o que talvez você não saiba é que a música causa efeitos muito curiosos em nossos cérebros, chegando a influenciar, inclusive, hábitos de consumo e a forma como percebemos o passar do tempo. Confira, a seguir, uma lista de sensações e benefícios que aquele seu disco  favorito pode proporcionar.

1. Com música, o tempo passa diferente

Já percebeu que todo teleatendimento possui vinheta ou música de espera? Pois aquele toque está ali com um propósito: fazer com que o cliente não perceba que está esperando há muito tempo pelo atendimento. Isso diminui as chances de que a pessoa desligue o telefone antes de resolver o seu problema.

O mesmo truque é usado em consultórios e outros estabelecimentos com sala de espera, além de ser uma das estratégias de lojas, shoppings e mercado para fazer com que as pessoas se sintam menos apressadas durante a compra.

O que acontece, nesses casos, é que a música serve para desviar a sua atenção. Como o cérebro humano possui uma capacidade limitada de recebimento de informações, é provável que acabemos por prestar mais atenção à música do que ao movimento dos ponteiros do relógio.

Mas o contrário também pode acontecer. Ouvir música ao realizar uma tarefa importante, por exemplo, pode fazer com que a pessoa tenha a impressão de que o tempo passou mais rápido, afinal, o trabalho acaba ocupando mais “processamento” do cérebro.

E pense bem antes de escutar “Friday” enquanto espera por alguém: as músicas que você não gosta podem fazer com que três minutos pareçam 30 dentro da sua cabeça.

2. Música mexe com nosso medo instintivo

Gritos de porcos no abate foram usados na sonoplastia do filme O Exorcista (Fonte da imagem: Divulgação/Warner Bros.)

Quem já assistiu ao filme “O Exorcista” e tremeu de medo durante a cena em que o demônio é expulso do corpo de Reagan já tem uma desculpa para dar aos amigos: aqueles gritos, na verdade, não eram da atriz Linda Blair, mas de porcos sendo preparados para o abate.

Alguns sons despertam o medo no ser humano e, é claro, a indústria cinematográfica sabe muito bem disso. É por isso, por exemplo, que as cenas de suspense ou terror estão sempre acompanhadas de trilhas sonoras que ajudam a intensificar a tensão ou medo que sentimos enquanto assistimos ao filme. Isso funciona porque existem certos sons que os seres humanos irão sempre associar ao perigo iminente ou medo, como o grito de outras pessoas ou espécies de animais. Os cientistas chamam esses sons de “ruídos discordantes”.

Sendo assim, se quiser passar menos medo quando revir o filme, deixe o volume da TV no mínimo.

3. Academia e música: combinação perfeita

Muita gente gosta de ouvir música enquanto corre ou malha o corpo na academia. Curiosamente, isso é muito mais do que uma mania ou mero passatempo, já que diversos benefícios podem ser alcançados dessa forma.

Para começar, a música ajuda o atleta a obter um desempenho melhor, segurando pesos por mais tempo, reduzindo o consumo de oxigênio e concluindo corridas em menos tempo. Parte disso vem da característica citada no primeiro item desta lista: a música distrai. Dessa forma, as pessoas não se preocupam tanto com as dores que sentem nas pernas ou com quantos quilômetros ainda precisam correr.

Mas os benefícios não acabam por aí. A música também ajuda a sincronizar o exercício com o tempo musical. Dessa forma, atletas não perdem tanto tempo e esforço aumentando ou diminuindo a performance de acordo com o próprio ritmo. Como se não bastasse, o MP3 player também pode servir como analgésico para treinos que exigem muito esforço: de acordo com uma pesquisa publicada na The Cochrane Library, quem ouve música depois de ser operado sente menos dores.

4. Mais uma cerveja! E aumenta o som, DJ!

Por esta todo mundo esperava: a música que toca na balada altera a percepção humana sobre as bebidas, fazendo com que clientes consumam mais do que o normal e até solicitem determinados drinks. Quer um exemplo? De acordo com o artigo “The Effect of Background Music on the Taste of Wine” (PDF em inglês), a música clássica faz com que os clientes peçam vinhos mais caros, já que se deixam levar pela ideia de sofisticação e riqueza que circunda as obras de Mozart e outros compositores.

Além disso, outros estudos indicam que a música ambiente também altera o sabor do vinho. Dependendo da canção que está tocando, a bebida pode parecer mais refrescante ou doce do que o normal. O professor Adrian Nort, responsável pelo estudo, também constatou, em uma pesquisa anterior, que se um mercado tocasse músicas com som de acordeão, os clientes acabavam comprando mais vinhos franceses do que alemães.

É claro que isso não se restringe ao mundo dos vinhos. Músicas agitadas e com batidas fortes fazem com que as pessoas consumam mais álcool em bares e boates. Aliás, já noticiamos, aqui no Tecmundo, que ambientes ruidosos colaboram para que as pessoas percam o bom senso e bebam mais do que o normal.

Mas quando o assunto são os restaurantes, as músicas calmas é que fazem os clientes pedir uma dose extra. Por deixarem os consumidores mais relaxados, é muito provável que eles continuem sentados e conversando, mesmo depois de terem terminado a refeição. Assim, aumentam as chances de que o consumidor peça mais uma garrafa de bebida para continuar o papo.

E caso os hits do momento tenham feito você beber demais, não se preocupe: no Tecmundo você também encontra dicas científicas para curar a ressaca.

5. Música melhora a comunicação

Você sempre detestou as aulas de piano ou violão que sua mãe insistia para você fazer? Pois agora, agradeça: estudar música faz com que seja mais fácil reconhecer variações sutis de emoções em outras pessoas. Além disso, em um ambiente com muito barulho, o estudante de música consegue filtrar melhor os ruídos e se concentrar na conversa de que está participando.

Experimentos atestam que estudantes de música conseguem expressar melhor suas emoções e reconhecer o estado emocional de outras pessoas com mais sensibilidade, analisando, por exemplo, o tom de voz da pessoa que estiver falando.

E mais: essa habilidade se torna mais desenvolvida de acordo com o tempo dedicado aos estudos. Portanto, lembre-se: as aulas de música tidas na infância podem ajudar alguém a se tornar um profissional com uma ótima capacidade de comunicação.

…..

Não tem desculpa para deixar a música de lado. Quem gosta de apreciar esse tipo de arte agora já pode comprar suas faixas favoritas pela iTunes Store brasileira. E se quiser dar um passo adiante, o Baixaki possui uma seção dedicada apenas para ferramentas de áudio, incluindo uma listagem de softwares para educação musical e discotecagem.

Fonte: TecMundo

Upside Down Trailer

Imagine uma mistura de A Origem com Romeu e Julieta, e uma pidadinha de Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças. Bom, “Upside Down” parece tudo isso e um pouco mais.

Em um outro mundo em que a gravidade é diferente do que conhecemos, Eve (Kirsten Dunst) e Adam (Jim Sturgess) moram em universos paralelos (ou se você preferir Abaixo e Acima), mas se conhecem quando pequenos e se apaixonam. Numa tentativa de ficarem juntos – em qualquer um dos universos – eles se arrisacam e se tornam fugitivos da polícia.

A expectativa é grande para o filme, ainda sem data de lançamento ou título traduzido para o Brasil, que – se as previsões estão corretas – pretende se tornar um novo cult massificado como Brilho Eterno.

Guia de barbas dos personagens da Marvel

O que esperar da CES 2012

Despedida da Microsoft, novo console da Nintendo e ultrabooks dominando. Confira tudo o que esperamos da maior feira de eletrônicos do mundo.

Entre os dias 10 e 13 de janeiro, ocorre em Las Vegas a maior feira de tecnologia do mundo. Na CES 2012 (Consumer Electronics Show), fabricantes e desenvolvedores devem apresentar os produtos e conceitos que vão fazer a cabeça dos consumidores durante todo o ano.

O Tecmundo estará nos Estados Unidos para cobrir tudo o que acontecer de mais interessante no evento, mas é claro que nós já temos algumas previsões sobre o que será apresentado lá. Confira agora quais são os anúncios mais prováveis a serem feitos na CES 2012.

O esperado Windows 8 e o adeus da Microsoft

Anunciado no ano passado, o Windows 8 teve uma versão para desenvolvedores liberada há alguns meses. Vários rumores apontam para o lançamento de uma versão Beta para usuários domésticos durante a CES 2012. Caso isso seja confirmado, você poderá testar o novo sistema operacional da Microsoft já no começo deste ano.

(Fonte da imagem: Reprodução/Product Reviews)

Vários bugs devem ter sido corrigidos desde a publicação anterior, permitindo que os usuários desfrutem de mais recursos, sofrendo com menos problemas de instabilidade. Apesar disso, a CES 2012 será um evento triste para os fãs da Microsoft (desenvolvedora responsável pelo Windows).

Ao que tudo indica, a partir de 2013 a Microsoft não fará mais parte da CES. Por essa razão, os novos anúncios de produtos da empresa devem ser feitos apenas em eventos próprios e outras feiras (que tenham datas mais parecidas com as utilizadas pela Microsoft).

O ano dos ultrabooks?

Já faz algum tempo que a Intel anunciou o incentivo à produção de um novo tipo de notebook, mais fino e energeticamente eficiente do que os outros. Os ultrabooks, como são chamados, utilizariam processadores verdes e armazenamento em SSD, para melhor desempenho. E caso nossas expectativas sejam concretizadas, na CES nós veremos muitos anúncios de ultrabooks.

Dell e Samsung já anunciaram que estão abandonando suas produções de netbooks para se dedicarem exclusivamente aos aparelhos ultrafinos. Até mesmo a AMD poderia estar investindo neste nicho de mercado, mas utilizando o nome “Ultrathin” para caracterizar os aparelhos.

(Fonte da imagem: Divulgação/Asus)

Como você pode ver, o assunto está quente no mundo todo e há grandes probabilidades de que os ultrabooks sejam mostrados por várias fabricantes (da mesma maneira que aconteceu com os tablets no ano passado).

Tablets: mais um ano de sucesso

No ano passado, quase todas as fabricantes de computadores apareceram com tablets na CES. O mercado que parecia ter sido aberto pela Apple com o iPad incentivou muitas empresas a produzir seus próprios aparelhos (sendo quase todos rodados com o sistema operacional Android).

Em 2012, ainda devem surgir muitos novos (e ótimos) aparelhos. Impulsionados pelas possibilidades dos processadores quad-core, os tablets Android devem ganhar novas versões muito mais poderosas do que as apresentadas no ano passado.

Não sabemos exatamente quais serão os modelos mostrados no evento, mas espera-se que Samsung, Toshiba, Motorola e Acer estejam entre as principais fabricantes. A Coby também prometeu cinco modelos diferentes para a CES 2012, o que nos dá margem para esperar vários novos modelos das outras empresas.

Smartphones cada vez mais poderosos

Já não é possível imaginar uma feira de tecnologia sem a presença de smartphones com ótimos recursos de hardware. Na CES 2012, isso não vai ser diferente e nós esperamos que muitos novos aparelhos sejam apresentados para a imprensa e para os consumidores.

A Sony deve oficializar o Xperia LT28at, smartphone que possui uma tela de 4,55 polegadas com resoluções de até 720p e câmera digital integrada de 13 megapixels, muito mais poderosa do que vários outros telefones que estão no topo do ranking de vendas atualmente.

(Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

Outra novidade incrível deve ser levada pela LG. Há rumores de que o primeiro smartphone com a nova geração dos processadores móveis da Intel vai ser revelado pela empresa. Contando com a microarquitetura Medfield, o dispositivo deve tentar utilizar o nome da Intel para impulsionar as vendas, visto que a LG está muito atrás de Samsung e Apple na disputa pelo mercado.

Televisores: será que o 3D decola?

Os televisores 3D ainda não convenceram, mas não é por falta de aparelhos anunciados. Durante o ano passado, surgiram uma série de eletrônicos com a tecnologia, incluindo video games (PlayStation 3 e Nintendo 3DS) e smartphones. Infelizmente, a qualidade das imagens mostradas ainda está bem aquém do que se espera.

Para a CES 2012, especula-se que novas tecnologias surjam, como a Ultra-D, que promete revolucionar os modos como funcionam os aparelhos 3D que não demandam óculos. Além disso, televisores comuns também terão destaque, como é o caso dos aparelhos OLED e 4K da LG.

Video games da oitava geração

Também há espaço para interatividade na CES 2012 e o maior exemplo disso são os video games. O Wii U (console anunciado no ano passado) deve poder ser experimentado pelo público e, assim, vai mostrar a todos o que podemos esperar da nova geração de plataformas da Nintendo.

(Fonte da imagem: divulgação/Nintendo)

Outra possibilidade (muito mais remota) é o anúncio do Xbox 720. Há rumores de que o novo video game da Microsoft será equipado com um processador hexa-core para muito mais potência. Será que ele será realmente mostrado na CES?

…..

Muitas outras tecnologias podem surgir no evento, que sempre reserva várias surpresas para todos. Fique atento aqui no Tecmundo porque na próxima semana estaremos em Las Vegas cobrindo tudo o que acontecer durante a CES 2012.

Fonte: Tecmundo
%d blogueiros gostam disto: