A “Força” existe!

Semana passada, esperávamos que cientistas do CERN, que cuida do Grande Colisor de Hádrons,anunciassem a descoberta do fugidio bóson de Higgs – é a Força, cara! Pena que, depois de muito entusiasmo, ele ainda não foi descoberto. Mas não fiquem tristes, amigos nerds: os cientistas encontraram “pistas tentadoras” que podem indicar a presença da Força.

O bóson de Higgs é uma partícula elementar hipotética e com massa, que deveria existir de acordo com o Modelo Padrão da física de partículas. Em teoria, esta partícula está por todo canto, permeando toda substância. A existência dessa partícula seria parte de uma resposta a uma pergunta muito importante: por que partículas têm massa?

De acordo com o CERN, as pistas descobertas “ainda não são fortes o bastante para alegar uma descoberta”, mas são uma nova descoberta. Eles descobriram que a partícula “muito provavelmente tem massa restrita entre 116-130 GeV”. Esta região de massa exibe “excessos inexplicáveis nestes canais de decaimento” que podem ser causados pelo bóson de Higgs. No entanto, ainda não há dados o suficiente para confirmar isto.

Quando chega a prova da existência dessa partícula?

Os cientistas do Grande Colisor de Hádrons agora dizem que terão uma resposta definitiva para a existência (ou não) do bóson de Higgs em 2012. Eles vão coletar mais dados durante os próximos meses, usando os experimentos ATLAS e CMS:

Hoje, o que vemos é consistente ou com uma flutuação de fundo ou com a presença do bóson. Análises refinadas e mais dados disponibilizados em 2012 por esta magnífica máquina com certeza nos darão uma resposta.

O que acontece se eles não encontrarem o bóson de Higgs?

E se eles encontrarem provas de que o tal bóson não existe? Será que o universo iria desaparecer em uma nuvem de fumaça e confete? Felizmente, cientistas são como Groucho Marx – se eles não conseguem provar uma teoria, eles têm outras na manga:

Um Higgs fora do Modelo Padrão, hoje além do alcance de experimentos do LHC [Grande Colisor de Hádrons] com os dados obtidos até agora, iriam imediatamente abrir as portas para uma nova física, enquanto a inexistência de um Higgs do Modelo Padrão apontaria fortemente para uma nova física no LHC em capacidade máxima de energia, o que devemos alcançar depois de 2014.

Esta é a beleza da ciência: você não precisa provar suas teorias afastando qualquer dúvida.

Sobre Thiago Gamito
É comunicador, músico, eco-chato, provocador, meio nerd e maníaco por compartilhar. Esta sempre pronto para um apocalipse zumbi ou uma invasão alienígena.

Fazer um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: